domingo, 28 de março de 2021

É preciso muita coragem para Amar de Verdade!

 
No dia 20 de Março iniciamos o novo ano astrológico regido por Vênus, um planeta associado ao amor, ética, equilíbrio, harmonia, elegância, valores pessoais e relacionamentos de todos os tipos, e seremos pressionados a vibrar o Amor de Verdade no mundo!
 

O que também significa que teremos muitas oportunidades para exercitarmos o perdão e a compaixão que vem junto com o Amor, em sua verdadeira expressão.
 
Amar de verdade, tudo e todos?
A vida só quer nos ensinar que precisamos Amar o outro como a Si mesmo!
 
Amar significa Respeitar, Aceitar e Libertar, simples assim!
Nada a ver com aprisionamento, pagamento, obrigação.
 
Respeitar o outro, respeitar a mim, respeitar o tempo dos acontecimentos, respeitar o fluxo da Vida. Respeitar e confiar, Aceitar e soltar. E soltar com toda a tranquilidade, absolutamente sem nenhum controle ou apego ao que achamos que deveria ser, fazer ou acontecer.
 
Amor de verdade é incondicional e exige a Liberdade presente.
 
Então, o Amor está no campo quando conseguimos liberar a situação, a pessoa, a memória. Quando encerramos expectativas, julgamentos, padrões de comportamento, regras sociais! 
 
O pedido é para Amar plenamente, sem personificar o sentimento, amar tão somente com toda a paixão que Cristo anunciou.
 
Mais do que nunca também precisamos clarear os conceitos de Aceitação e Respeito. Conceitos esses que não tem relação nenhuma com adaptação, submissão ou resignação.
 
Aceitação não significa se adaptar ou se submeter ou se resignar ao que acontece, mas compreender, sem nenhum julgamento, que a outra pessoa está sendo ou fazendo o melhor que pode, apesar de algumas vezes isso parecer totalmente incoerente aos nossos padrões pessoais!
 
Somente a partir deste local de Aceitação total saberemos como agir baseados no respeito à nossa própria coerência.
 
Com Auto Aceitação, Auto Respeito e Auto Amor, em primeiro lugar, qualquer ação que se fizer necessária será sustentada unicamente pela Verdade.
 
Estamos em período de Quaresma, com oportunidade de manifestar os Milagres necessários para uma vida de maior Plenitude, Verdade e Amor.
 
Até chegar a Quinta-feira Santa, feche os olhos, silencie o mental, exercite o perdão e confie que tudo é como tem que ser e está como precisa estar.
 
A quinta-feira santa está associado com humildade, aceitação, abandono total de controle e de ação. Tal qual quando chegamos no limite e não aguentamos mais. Nada mais há para fazer.
 
Atenção neste dia para não reclamar, não julgar, não alimentar mágoas, rancor ou desesperança. Respire e não tente mudar a vida ou mudar os outros ou interromper o fluxo. ‘Eu Sou a Presença da Luz em Ação no mundo’
 
Para a Sexta-feira Santa, encerre, finalize, se despeça de crenças e conceitos que pautaram a vida até este momento, mas que agora só estão estagnando e limitando a evolução. Igualmente este é um dia de silêncio e introspecção. Um dia em que nada mais pode ser feito, mas um dia que precisa ser honrado, sem expectativas, sem planos, sem desejos.
 
E o mantra de alinhamento é: Seja feita a Tua Vontade!
 
Quando chegar o Sábado de Aleluia, haverá Luz e Permissão para manifestar o verdadeiro desejo que tem a fonte no coração crístico.
 
Aceitar, Respeitar, Confiar e Libertar nos ajudam a sintonizar com os potenciais de Bênçãos, a caminhar em Paz e a reverberar o Amor no mundo.



terça-feira, 23 de março de 2021

O céu exige a Tua Presença na terra

  
Sol e Vênus finalmente se afastam de Netuno, nos permitindo respirar com menos pressão no peito e reduzir a instabilidade emocional. Contudo, Mercúrio entrou no signo de Peixes, enquanto Marte se junta ao Nodo Lunar norte no signo de Gêmeos, exigindo que, através da verdadeira Aceitação, a Ação devida oportunize a mudança necessária para uma vida mais Plena. Aiiii...
 
Plenitude – o que isso significa, de verdade?
 
Se fomos feitos à imagem e semelhança divina, o que está faltando para nos sentirmos preenchidos pela Graça?
 
Será que temos algum pecado para expurgar e assim ter permissão de acessar o Reino dos Céus?
 

Quando acreditamos que temos o poder de controlar a vida ou quando julgamos como equivocado o que está acontecendo e sentimos que somos vítimas das circunstâncias, nos afastamos da plenitude da Presença, alimentamos a matrix de medo, solidão e sofrimento e reforçamos a crença de não merecimento.
 
Paradoxalmente, a confusão sempre se estabelece quando a arrogância mental e a prepotência pessoal vibram no campo. Tudo acontece muito rapidamente, a mente se equivoca no julgamento por medo, o ego dá um passo à frente para se proteger, a reação emocional nos amarra no inferno da culpa, e pronto, nos percebemos sozinhos, perdidos e abandonados.
 
Felizmente esse processo pode ser revertido através de uma mente forte e corajosa que, baseada na coerência e na lógica, liberada de emoções confusas, se entrega à Verdade que liberta. Ooopa!
 
‘Eu Sou o Caminho, a Verdade e a Vida. Eu Sou a porta aberta que ninguém pode fechar.’ Ninguém chega ao Céu senão através da Plenitude do Coração.
 
Então, a boa notícia é que a configuração planetária atual só está exigindo que alinhemos coração/mente/personalidade para cocriarmos uma nova realidade de Luz.
 

É hora de se colocar a Trabalho. 
Exercitar o Acordo Original. 
Ser a expressão de Deus na terra.

 
Abdicar de decidir, desistir de prosseguir, deixar de lado o que deixa o coração tranquilo, é desconsiderar o acordo e renunciar à nossa função humana neste espaço de vida. 
 
Aconteça seja lá o que for, precisamos olhar, aceitar e nos posicionar. Fazer de conta que não estamos vendo é dar espaço a futuros contratempos. Julgar como errado ou inadequado o que está acontecendo é alimentar equívocos ilusórios. 
 
Aceitar o fluxo da vida e acolher o que acontece, é exercício de humildade e espiritualidade. 
 
Acredito ser esse o propósito afinal, santificar a vida através da personalidade. Março está aí com oportunidades fantásticas, então!
 
‘Aqui e Agora Eu Sou a expressão de Deus no mundo’

www.psicomatriz.com.br
 

sábado, 13 de março de 2021

Netuno, Covid e Quaresma – qual é o Pedido?


Netuno transitando no signo de Peixes pode ser associado a essa atual realidade imposta pelo Covid, período em que somos desafiados a transcender os problemas cotidianos através do exercício da Fé, da Humildade, da Aceitação incondicional e do Amor universal.
 


Netuno tem a tendência a colocar véus para nos proteger da realidade nua e crua, pode nos induzir a idealizar a vida, nos ilude com a promessa de salvação e pode nos manter presos nas repetições inconscientes dos jogos emocionais.
 
Através de doenças, enganos, frustrações, lágrimas e depressão, contudo, Netuno nos obriga à rendição e à revisão de concepções pessoais equivocadas sobre culpa, pecado e auto merecimento.
 
Em equilíbrio, Netuno está associado a milagres, curas, espiritualidade, ressureição, unidade, iluminação – ou seja, a integração perfeita da consciência mundana à Consciência Divina, a expressão de Deus através da personalidade, a Luz manifestada na terra através de cada ser humano.
 
Conseguimos equilibrar essa influência planetária quando nos libertamos de culpas, mágoas e ressentimentos, quando desenvolvemos a coragem para encarar medos, inseguranças e fantasmas, quando exercitamos o perdão e a aceitação incondicional e, finalmente, quando conseguimos amar sem expectativa alguma.
 
Ufa! Que difícil que isso tudo pode ser.


Estamos em um período de Quaresma, uma quarentena de introspecção que traz a energia condensada para cura, transmutação, renascimento e crescimento espiritual a partir de um confronto íntimo com nossos medos mais profundos, inseguranças e fragilidades.
 
Netuno, em tempo de Covid e de Quaresma, pode ser experienciado como um grande portal energético que traz oportunidades de milagres e bênçãos, de conexão com o que existe de mais sagrado e de alinhamento pessoal com a essência divina.
 
Investigar a crença da necessidade pessoal de sofrimento, dor ou angústia para a conexão divina acontecer, vai trazer lucidez para agir com Sabedoria em todos os desafios deste tempo.

 
- Estou vivendo a vida em pleno contentamento?
- Estou seguindo as orientações do meu coração?
- Como eu manifesto o Sagrado em minha vida cotidiana?
- Onde se encontra Deus neste momento, nesta situação?
- Será que estou sendo punido por algum erro ou será que eu só preciso aprender alguma coisa a mais para ampliar o meu nível de consciência?
 - O que eu preciso fazer para me sentir plenamente em conexão com Deus?
 
Intuição, fé, plenitude, contentamento, bênçãos.
 
Quando seguimos a orientação Divina é possível manifestar o Paraíso aqui e agora, através de uma vida leve, tranquila, feliz, saudável, próspera, em Paz.

Quando o Sagrado orienta a ação ideal e, humilde e corajosamente, seguimos a Ordem no mesmo instante, acessamos o Reino dos Céus e, portanto, cumprimos a função de viver à Imagem e Semelhança Divina.
 
Simples assim: o Pedido é, simplesmente, para Acolher sem dúvidas o que acontece agora, neste exato momento, sem nenhuma dúvida, desconfiança ou resignação, sem resistência e sem questionar o propósito do que está acontecendo.
 
Algumas vezes precisamos de uma vida inteira para nos convencer que basta confiar e ser somente um canal de Luz, outras vezes, conseguimos rapidamente, e com muito sucesso, Acolher o pedido da vida, transcender os desejos do coração e dar um Passo Adiante.
 
Voltar a viver no Reino dos Céus deve ser assim mesmo: render-se à função de manifestar Deus na Terra, expressando somente o Amor em pensamentos, palavras e ações.
 
Palavras Bem Ditas Abrem as Portas do Reino. 'Eu Sou a Presença da Luz que se manifesta no mundo através de mim'' - mantra bendito que ajuda a maximizar a fluidez da vida.
 
Lembrando que é somente a crença de não merecimento que nos faz acreditar que fomos expulsos do Paraíso.

Aqui é a Lucy Strada - e o meu desejo é que a Luz se multiplique ainda mais no mundo

www.psicomatriz.com.br
 

sábado, 6 de março de 2021

Oportunidades de Perdão

É tempo de questionar: - Quais as oportunidades que acompanham os contratempos que se apresentam agora? Não esqueça jamais que todos os desafios sempre carregam oportunidades de perdão! 

Marte entrou em Gêmeos, Mercúrio anda abraçado com Júpiter, Saturno está meio de lado inspecionando os movimentos e Urano, em Touro, está nos cutucando e exigindo mudanças e reformatações. Essa configuração planetária traz muitas oportunidades para nos libertarmos de repetições, agirmos diferente, e mudarmos tudo o que continua travando a vida e fazendo barulho emocional. 

Repetir comportamento, resposta, discurso, repetir um jeito de pensar, não é viver de verdade, mas sim sobreviver aprisionado. Principalmente se obedecemos a comandos inconscientes e não percebemos a confusão que geramos no mundo com tantas repetições. 

Se é o nível de consciência que constrói a realidade, fica fácil de entender que a repetição é ordenada pela mente somente para a manutenção de uma suposta segurança emocional. No entanto, pensar sempre do mesmo jeito, ter certezas enrijecidas e respostas que se repetem só serve para estagnar a vida, manter a roda patinando e contribuir com a alucinação mundana. 

Fomos todos treinados a agir de acordo com modelos e regras aprovadas socialmente para sentirmos que pertencemos, fazemos parte, estamos fazendo o que precisa ser feito e confiantes de que tudo vai andar em ordem. 

Contudo, toda e qualquer repetição somente gera limitação, assegura o padrão imposto, e não oportuniza a libertação! Felizmente, os planetas estão nos exigindo alterar as regras equivocadas, rever acordos incoerentes e ajustar todas as conexões carentes de Luz, porque a vida não pode mais permanecer a mesma. 

Para ajudar nessa evolução, Sol, Netuno e Vênus mantém-se conjuntos durante toda essa primeira quinzena de março, reforçando a exigência da evolução da consciência espiritual através da transcendência pessoal. Esse ajustamento nos acompanha desde 2012, quando Netuno entrou no signo de Peixes, exigindo o exercício da Aceitação incondicional e do Amor universal. 

Como acessar as oportunidades de Luz presentes em cada situação, apesar da confusão, da tristeza, do sofrimento que aperta o peito? 

- Precisamos transcender! Transcender a realidade atual. 

Transcender é soltar, não se apegar, não se identificar emocionalmente, desatar os nós. 

Reconhecer, dar passagem, soltar, medos, resistências, inseguranças, dúvidas, mágoas, rancores, ressentimentos. Transcender a raiva, a tristeza, a saudade. Transcender memórias, recordações e até mesmo experiências vividas no passado. 

Transcender tudo o que se sabe, o que se quer e o já se sabe que não se quer. Ou seja, soltar, não se agarrar a definições, rótulos, julgamentos. Liberar o outro, a situação, libertar-me para a vida fluir. 

Lembrando que somente uma personalidade forte consegue testemunhar e não se identificar emocionalmente com o que acontece. Somente a partir de um ego estruturado é possível exercitar o desapego, respeitar e aceitar o que está acontecendo. Somente com maturidade emocional é possível transcender, abençoar e soltar qualquer situação que parece estar equivocada sob a ótica do julgamento pessoal. 


E, para finalizar, somente quando se está em sintonia com a Verdade existe a liberdade para todos serem quem verdadeiramente podem Ser. 

Tudo o que está acontecendo são oportunidades para transcender a ilusão, expandir a consciência, manifestar a Verdade, para todos juntos ascendermos a um nível acima de Luz. 

Sempre funciona repetir um mantra, quando uma situação ou memória ou pessoa interferir na Plenitude do momento: 'Estou disposto a ver isso de um jeito diferente. Eu me abro ao propósito do Amor.'

Aqui é a Lucy Strada - e eu desejo que a Luz se multiplique ainda mais no mundo

www.psicomatriz.com.br

2021 - e o que vem por aí

Grandes mudanças já vinham sendo anunciadas referente à conjunção planetária que aconteceria em 2020 e mesmo assim fomos todos surpreendidos...