terça-feira, 23 de março de 2021

O céu exige a Tua Presença na terra

  
Sol e Vênus finalmente se afastam de Netuno, nos permitindo respirar com menos pressão no peito e reduzir a instabilidade emocional. Contudo, Mercúrio entrou no signo de Peixes, enquanto Marte se junta ao Nodo Lunar norte no signo de Gêmeos, exigindo que, através da verdadeira Aceitação, a Ação devida oportunize a mudança necessária para uma vida mais Plena. Aiiii...
 
Plenitude – o que isso significa, de verdade?
 
Se fomos feitos à imagem e semelhança divina, o que está faltando para nos sentirmos preenchidos pela Graça?
 
Será que temos algum pecado para expurgar e assim ter permissão de acessar o Reino dos Céus?
 

Quando acreditamos que temos o poder de controlar a vida ou quando julgamos como equivocado o que está acontecendo e sentimos que somos vítimas das circunstâncias, nos afastamos da plenitude da Presença, alimentamos a matrix de medo, solidão e sofrimento e reforçamos a crença de não merecimento.
 
Paradoxalmente, a confusão sempre se estabelece quando a arrogância mental e a prepotência pessoal vibram no campo. Tudo acontece muito rapidamente, a mente se equivoca no julgamento por medo, o ego dá um passo à frente para se proteger, a reação emocional nos amarra no inferno da culpa, e pronto, nos percebemos sozinhos, perdidos e abandonados.
 
Felizmente esse processo pode ser revertido através de uma mente forte e corajosa que, baseada na coerência e na lógica, liberada de emoções confusas, se entrega à Verdade que liberta. Ooopa!
 
‘Eu Sou o Caminho, a Verdade e a Vida. Eu Sou a porta aberta que ninguém pode fechar.’ Ninguém chega ao Céu senão através da Plenitude do Coração.
 
Então, a boa notícia é que a configuração planetária atual só está exigindo que alinhemos coração/mente/personalidade para cocriarmos uma nova realidade de Luz.
 

É hora de se colocar a Trabalho. 
Exercitar o Acordo Original. 
Ser a expressão de Deus na terra.

 
Abdicar de decidir, desistir de prosseguir, deixar de lado o que deixa o coração tranquilo, é desconsiderar o acordo e renunciar à nossa função humana neste espaço de vida. 
 
Aconteça seja lá o que for, precisamos olhar, aceitar e nos posicionar. Fazer de conta que não estamos vendo é dar espaço a futuros contratempos. Julgar como errado ou inadequado o que está acontecendo é alimentar equívocos ilusórios. 
 
Aceitar o fluxo da vida e acolher o que acontece, é exercício de humildade e espiritualidade. 
 
Acredito ser esse o propósito afinal, santificar a vida através da personalidade. Março está aí com oportunidades fantásticas, então!
 
‘Aqui e Agora Eu Sou a expressão de Deus no mundo’

www.psicomatriz.com.br
 

2021 - e o que vem por aí

Grandes mudanças já vinham sendo anunciadas referente à conjunção planetária que aconteceria em 2020 e mesmo assim fomos todos surpreendidos...