domingo, 18 de julho de 2021

Colheita Farta para Julho

Entramos na segunda quinzena de julho com importantes eventos astrológicos, Saturno em quadratura com Urano + Urano em quadratura com Vênus e Marte conjuntos, opostos a Júpiter + Sol oposto a Plutão e em trígono com Netuno. Toda essa turma exigindo que exercitemos a Liberdade, o Respeito e o Perdão e multipliquemos ainda mais o Amor no mundo.
 
Respeitar tudo e todos, e principalmente o nosso coração, exercitar o Perdão e se manter em Amor, pode ser bem complicado. 

- Pode significar que precisaremos encarar alguns desafios, tais como, abandonar o desejo de controle, render-se aos acontecimentos e olhar novamente para mágoas, frustrações e ressentimentos, quer sejam antigos ou mesmo novos.
 
O tempo grita através de Saturno, pedindo para prestarmos atenção à coerência, olhar o que está acontecendo com muita maturidade, e considerar se está de acordo com o desejo do Coração. Isso porque, Urano exige que crenças limitantes, certezas arraigadas e expectativas ancestrais sejam destruídas.
 
Urano brigando com Vênus e Marte, iluminados por Júpiter, não vai permitir que mantenhamos o status quo aprisionante. Talvez tenhamos que acionar a rebeldia e dar um basta em alguns contratos que já excederam o prazo de validade.
 
Não vai ser fácil, e sim, muito complicado, se a mente acreditar que é dela a responsabilidade de colocar o mundo em ordem e continuar direcionando as escolhas. Se nos mantivermos aprisionados a regras sociais, tradição, bons costumes ou doutrinas religiosas, a confusão vai ser grande nestes dias; teremos muitas frustrações, lágrimas e desapontamentos.
 
Desejos verdadeiros, que são os provenientes do coração, são expressões de Deus na terra, e nos levam de volta ao Paraíso. Desejos teimosos da personalidade alucinada trazem contratempos e maldições, e nos mantêm no inferno emocional.

 Com Sol, o planeta da consciência, oposto a Plutão, o dono do inferno, abençoados pela intuição Netuniana, podemos contar com muita lucidez para encerrarmos todas as confusões que sentimos nos acompanhar nestes últimos seis meses.
 
Colheremos o que plantamos e os resultados serão fartos. Mas o que foi que plantamos mesmo? Se preocupações, medos, dúvidas e inseguranças foram as emoções que mais nos acompanharam, talvez a colheita seja farta de contratempos. Nada com que se preocupar, vale aproveitar as oportunidades para se render, parar com os julgamentos e as culpas e ancorar a presença de Deus em todas as decisões de agora em diante.
 
Algumas vezes a vida espera pacientemente o tempo psicológico pessoal para orientar o Caminho. Outras vezes, a vida enfia garganta abaixo a ordem da transformação pessoal. E nada mais nos restará a fazer, a não ser, render-se humildemente à Verdade do Coração!
 
'Eu Sou a Expressão de Deus na terra' - mantra poderoso para eliminar as alucinações e nos ancorar novamente em plenitude divina!
 

2021 - e o que vem por aí

Grandes mudanças já vinham sendo anunciadas referente à conjunção planetária que aconteceria em 2020 e mesmo assim fomos todos surpreendidos...